Mobilizações em todo país provocam retirada do PL 4330 da pauta na Câmara dos Deputados

1-IMG_4339No dia 14 de abril, próximo passado, uma parte dos trabalhadores, a sociedade e em especial a juventude brasileira puderam dar um “suspiro” daqueles que libera toda e qualquer angustia represada em seus âmagos. É que o PL 4330, projeto apresentado no congresso nacional pela classe empresarial há 11 anos atrás, tendo como seu autor o ex-deputado Sandro Mabel (proprietário das industrias, que dentre outros produtos, fabricam o famoso biscoito Mabel), teve uma de suas partes rejeitadas.

A parte rejeitada é a que diz respeito a terceirização no serviço público e nas empresas de capital misto. Ou seja, nesses dois setores (já está decidido) o projeto não “emplacou” e agora o risco do fim do concurso público e a liberação geral do apadrinhamento político na hora de contratar, saíram de cena.

Por outro lado, no dia subsequente, ou seja, ontem dia 15 de abril, no mesmo ambiente do parlamento brasileiro (câmara dos deputados), o PL 4330 foi retirado de pauta com a alegação do presidente da casa, deputado Eduardo Cunha, de que houvera um acordo entre as lideranças partidárias.

Ok, tudo bem! até acreditaríamos nesse entendimento “mágico” e repentino, se não fora o que constatamos nesses dias nas ruas do Brasil.

O que constatamos?

Constatamos uma mobilização muito forte da classe trabalhadora do Brasil, de forma pacífica, ordeira e consciente; vimos as principais centrais sindicais brasileiras (exceto a Força Sindical), organizarem movimentos consistentes e altivos em defesa de nossa constituição e da CLT que resguardam os direitos das trabalhadoras e dos trabalhadores brasileiros.

As ultimas mobilizações nos grandes centros, no campo, nas redes sociais, nos aeroportos, nas universidades e em vários outros lugares e segmentos, fizeram tremer a maioria daqueles parlamentares que a todo custo desejam precarizar as relações de trabalho no Brasil como forma de facilitar ainda mais a exploração da mão de obra da classe obreira.

Além das importantes e eficientes mobilizações lideradas pelas centrais sindicais CUT, CTB, UGT, NCSB, e CSP-CONLUTAS e de movimentos sociais como a MST, UNE, setores progressistas da Igreja, dentre outros, verificou-se uma considerável retomada de reflexão no meio do povo brasileiro a respeito da atual conjuntura nacional fabricada por uma parte significativa da chamada imprensa golpista liderada pela rede globo, CBN, Folha de São Paulo, revista veja e outros sistemas alinhados.

Durante o fracassado movimento organizado pela direita brasileira no ultimo domingo, dia 12 de abril, onde menos da metade de participantes em relação ao movimento de março demonstrou que cada vez mais, mesmo aqueles que nutrem alguma rejeição ao atual governo brasileiro, já entenderam que a direita, que, num passado não muito distante, quase entregou o nosso país, nossas riquezas  e o destino do nosso povo aos mandatários do capitalismo internacional, é a mesma direita que não aceita o estado democrático conquistado à duras penas, e querem a todo custo reeditar o golpe que realizaram nos anos 60, inclusive invocando mais uma vez o inaceitável retorno do regime militar.

Percebemos isso em vários momentos através de relatos e entrevistas de manifestantes que participaram de um, mas, não engrossaram as fileiras do outro movimento claramente incentivado e financiado pelo segmento mais reacionário da sociedade brasileira com apoio claro e integral da oposição derrotada nas urnas e da imprensa golpista.

A luta das trabalhadoras e dos trabalhadores brasileiros não foi em vão, nem será! e acreditamos que o PL 4330 deverá ser definitivamente arquivado, a menos que as massas que foram às ruas voltem a acomodação e percam o foco da luta, sem as divisões burras que nos levou em tempos recentes a verdadeiros amargores de derrotas.

Eliezer Gomes – Diretor do Sindicato dos Comerciários da grande João Pessoa

3 Responses to Mobilizações em todo país provocam retirada do PL 4330 da pauta na Câmara dos Deputados

  1. Eliezer Gomes, parabéns pela sua luta constante em nosso favor.
    Lí seu artigo e concordo plenamente com o que está escrito.

    Um grande abraço
    Seu companheiro de lutas, Juarez Silva

  2. Muito bom o artigo Eliezer
    o nosso Brasil está perto de um golpe se os trabalhadores não resistirem e você disse muito bem que esse povo da direita quase entrega nós quando estavam no poder. Eles nunca mais, vamos resistir, conte comigo.

  3. Concordo plenamente com você Eliezer, pois, estamos vivendo no Brasil uma situação inusitada onde quem realmente fez algo pelo povo, principalmente para as camadas mais pobres, está sendo tratada como bandidos. Eu não aceito isso, pois, se existe corrupção, roubo e desmandos que façam os julgamentos e punam os culpados, mas, o governo liderado pelo PT é infinitamente melhor do que esses mentirosos que sempre assaltaram o país e não permitiam apuração.
    Enquanto eles enganam o povo, ao mesmo tempo tentam golpeá-los no congresso nacional com essa PL 4330 que chamo da PL da morte.
    Não podemos parar, vamos à luta e vamos denunciar os os deputados traidores, pois, eles tremem mesmo e aqui em São Paulo tem um montão deles que estão desesperados, vão receber a recompensa deles nas próximas eleições.

    Um abraço Fabíola
    Sorocaba – São Paulo – Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *