2017, p/o povo e p/os trabalhadores o caminho deve ser de unidade e de luta! por Eliezer Gomes*

africa-do-sulEstamos iniciando mais um ano de nossa existência, um ano por demais cheio de interrogações e já marcado por diversas possibilidades de retrocessos e prejuízos para o nosso povo, e em especial para os trabalhadores e trabalhadoras. Apesar do grande esforço e da luta constante, porém, desigual liderada pelo movimento sindical brasileiro, o atual governo ilegítimo, em total harmonia com o congresso nacional, considerado um dos mais conservadores e fascistas de nossa história, desde a tomada do poder, através de um golpe construído pelas elites brasileiras (Empresariado, Congresso Nacional, Imprensa burguesa e parte considerável da justiça) vem impondo ao país várias medidas claramente danosas a classe trabalhadora.

Com um discurso de que era necessário tirar a presidenta Dilma do palácio do planalto, para que o país voltasse a crescer, os golpistas já estão há mais de oito meses no poder, porém, a situação econômica do país só piora a cada dia num cenário muito preocupante.

Além de o país não apresentar perspectivas positivas, o governo golpista também não apresenta nenhum horizonte que nos faça crer que dias melhores virão. O que temos visto nesse governo é um mar de lamas, onde seus principais ministros e assessores são protagonistas de uma cadeia sem precedentes de corrupção.

Mas o pior está em curso, materializado nos projetos apresentados no congresso nacional pelo governo ilegítimo, projetos esses que visam exclusivamente retirar direitos dos trabalhadores e reduzir verbas destinadas as políticas públicas que tanto tem ajudado na vida de nossa população.

Projetos como os da reforma da previdência, terceirização da mão de obra, prevalência do negociado sobre o legislado e da famigerada PEC 55/16 que congela investimentos públicos no país durante 20 anos significam, na prática, o fim da aposentadoria para os trabalhadores da atual e das próximas gerações, o fim da CLT e a falência total dos sistemas de saúde, educação, segurança e infraestrutura, só para citar algumas áreas.

Com o golpe e após ele nada melhorou no Brasil basta observarmos que o desemprego aumentou, a corrupção se alastrou, o país perde o respeito internacional, os conflitos internos prosperam em todas as áreas, a Democracia perde força e tudo que foi criado e implantado nos últimos 14 anos através das políticas públicas construídas pelos governos Lula e Dilma está ameaçado de não ter sua continuidade por um governo que ancorou seu compromisso nas hostes do empresariado nacional e internacional.

Para o povo e para os trabalhadores brasileiros só resta um caminho, o caminho da unidade, da luta e da resistência.

*Sindicalista, blogueiro e historiador

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *