A PEC 241 é um ataque aos direitos trabalhistas e as conquistas do nosso povo! Por Eliezer Gomes*

14882147_1594293864212938_557007928689579614_oCom a chegada do governo golpista ao poder no Brasil (tendo a frente o Michel Temer), o povo brasileiro, e em especial os trabalhadores e as trabalhadoras passou a conviver com uma realidade funesta, que aponta literalmente para um futuro de morte! aliás, o principal objetivo do golpe aplicado no Brasil recentemente, foi destituir da presidência da república uma governante honesta, honrada e firme, eleita por quase 55 milhões de brasileiros e brasileiras,  que além de dar continuidade ao projeto popular de inclusão social iniciado no governo Lula, não aceitou a imposição de retrocessos e retiradas de direitos da classe trabalhadora.

Com o avanço continuo das conquistas sociais no Brasil a partir dos governos petistas, inegavelmente comprometidos com as classes menos favorecidas, houve um verdadeiro rebuliço no seio das elites brasileiras que passaram a conspirar contra o país a partir da sabotagem a politica econômica e manobras no congresso nacional (um dos piores e mais corruptos de todos os tempos) criando um clima de ingovernabilidade, tudo isso sob o comando da classe empresarial, da grande mídia e parte do judiciário.

Com a sabotagem das elites, o país passou a sofrer reveses nas áreas econômica, social e principalmente na política que é o palco central de todas as decisões.

O país que vinha em fenomenal ascensão na comunidade internacional, não obstante a grave crise global passou, aos poucos, a transmitir insegurança e perder credibilidade, fatos estes que na prática inibiram e afastaram os investidores internos e externos; caminhava então, o Brasil para uma crise preocupante, apesar da solidez construída pelo então governo Dilma através de suas reservas cambiais e pelos fundamentos econômicos estabelecidos, além do controle e hegemonia sobre o pré-sal que representa uma riqueza sem precedentes cujo destino seria fortalecer muito mais nossa economia e reforçar nosso setor educacional.

O fato é que o golpe foi consumado, e, diga-se de passagem, o maior alvo do golpe não foi a presidenta Dilma, mas, através de sua derrubada, a classe trabalhadora e suas conquistas. Tanto é que no dia seguinte ao golpe, o governo golpista anunciava, dentre outras medidas nocivas ao país, um dos projetos mais criminosos contra o povo brasileiro: A famigerada PEC 241, também conhecida como a PEC da Morte.

O que é a PEC 241 – a PEC da Morte?  É um projeto de emenda à constituição apresentado ao congresso nacional pelo governo golpista com o intuito de congelar (deixar de fazer) investimentos no país durante 20 anos.

unnamedCaso a PEC da Morte seja definitivamente aprovada no congresso nacional, o Brasil deixará de ser uma das nações mais fortes do mundo e passará a fazer parte de um grupo bisonho de países decadentes e sem futuro; a saúde, a ciência e a tecnologia, a educação, a segurança pública e o desenvolvimento econômico estarão em “xeque.” O fim das políticas públicas, tais como: pró-uni, Fies, Minha casa minha vida, Luz para todos e tantos outros fará com que o país volte aos padrões vigentes nos anos 70, período de profunda dependência ao poderio imperialista, recessão e massacre ao nosso povo.

Você já pensou? durante 20 anos, zero de investimentos na saúde, na educação, em políticas públicas, mais, achatamento salarial, inclusive com a desvalorização do salário mínimo, e em consonância com os projetos precarizantes, as retiradas de direitos trabalhistas, tais como: Terceirização e tentativa de rasgar a CLT  com a implantação do negociado sobre o legislado. #vamosalutanãoaPEC241#nenhumdireitoamenos#foratemeroutubro-rosa-02*Historiador, Diretor do Sinecom, Secretário de Relações Internacionais da CONTRACS-CUT e Blogueiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *